Como são realizados os testes de alergia?

Existem testes realizados através de exames de sangue (chamados de RAST) e os testes cutâneos que podem ser de escoriação (Prick teste; em que se “raspa” a pele e coloca-se a substância própria a ser testada, chamada de antígeno), intradérmicos (injeta a substância sob a pele, contudo, hoje estes testes não são mais utilizados) ou […]

leia mais

Os testes alérgicos são confiáveis? Por que meu médico não pede estes exames?

Os testes alérgicos nem sempre são necessários e precisam ser avaliados com cautela. Embora úteis, em algumas situações podem gerar falsos negativos (quando o exame é negativo, mas a criança apresenta a alergia) e em outras pode gerar falsos positivos (quando o exame é positivo, mas não se trata de alergia). A interpretação destes resultados […]

leia mais

Qual o melhor profissional para acompanhar a alergia alimentar do meu filho?

O melhor profissional é o pediatra em que os pais confiam. Usualmente os profissionais que mais estudam os casos de alergia alimentar são o alergologista ou imunologista pediatra e o gastroenterologista pediatra. Quando a manifestação é gastrointestinal normalmente é o gastroenterologista pediatra o profissional mais procurado.

leia mais

Existe tratamento para alergia alimentar?

O tratamento é a exclusão total do alimento que causa a alergia. Dependendo da manifestação alérgica algumas medicações são utilizadas para controle do processo como, por exemplo: anti-histamínicos, corticóides, cromoglicato e inibidor de leucotrienos.

leia mais

As “vacinas” funcionam para melhora da alergia alimentar?

As vacinas utilizadas para melhora da alergia buscam fazer a criança tolerar o alimento de maneira mais rápida. Na alergia alimentar ainda não existe comprovação de aceitável risco/benefício em seu uso. Deve ser utilizado com muito critério por profissional habilitado em raríssimas circunstâncias.

leia mais

Homeopatia cura alergia?

Não. Nem homeopatia nem nenhuma outra medicação halopata curam a alergia. Até o momento não existe cura, apenas controle. O que ocorre muitas vezes é que a criança melhora “sozinha” com tempo, pois desenvolve um fenômeno conhecido como tolerância (passa a tolerar o alimento que anteriormente desencadeava alergia).

leia mais

Meu filho tem alergia à lactose. o que fazer?

Não ocorre alergia à lactose (açúcar do leite) e sim à proteína do leite. Provavelmente seu filho tem intolerância à lactose que se trata de outro distúrbio digestivo. Na alergia ao leite de vaca, não adianta dar apenas leite sem lactose. Em alguns casos a criança com alergia ao leite de vaca melhora com leite […]

leia mais

Meu filho tem alergia ao leite de vaca. Quais leites podem ser oferecidos para substituí-lo?

Os leites que visam substituir o leite de vaca na alimentação das crianças menores de 2 anos de idade são aqueles que apresentam uma proteína diferente como o leite de soja ou os leites hidrolisados (em que ocorre quebra artificial da proteína). O tipo de leite depende da manifestação clínica e do tipo de reação […]

leia mais

O leite recomendado pelo meu médico é muito caro. Existe algum programa de ajuda do governo?

Em alguns casos é possível contar com a ajuda do município ou do Estado. No Estado de São Paulo existe um programa específico para os casos de alergia ao leite de vaca. Em Minas Gerais, até o momento é preciso adquirir em juízo. Seu gastropediatra saberá lhe guiar através dos processos necessários.

leia mais

Meu filho é alérgico ao leite de vaca e está amamentando. Quais os rótulos que devo evitar?

Ingredientes derivados de leite Esses são os ingredientes que não podem ser consumidos por pessoas com ALV. Esta lista deve fazer parte da sua rotina de compras de alimentos. Verifique sempre se os alimentos que você está comprando possuem alguns desses ingredientes em sua composição. Lactoalbumina Lactoglobulina Fosfato de lactoalbumina Lactoferrina Lactulose Caseína Caseína Hidrolisada Caseinato […]

leia mais

A alergia melhora com o tempo ou é para sempre?

Em alguns casos é para sempre sim (como na maioria dos casos de alergia ao amendoim, nozes, frutos do mar e morango). Mas em muitos casos a criança desenvolve tolerância clínica ao alimento, podendo voltar a consumi-lo sem problemas (maioria dos casos de alergia a leite). O momento mais adequado para testar de novo o […]

leia mais