Como saber se uma criança está crescendo bem?

 

“O crescimento da criança é o espelho de sua saúde”.

Para avaliar o crescimento da criança, é de grande importância o seu acompanhamento pediátrico desde o nascimento, pois as variações das medidas antropométricas (peso, estatura, perímetro cefálico) são os dados mais sensíveis para se detectar algum problema relacionado ao seu desenvolvimento somático.

As crianças crescem de forma diferente, durante as fases do seu desenvolvimento. No primeiro ano de vida, fase de maior crescimento de um indivíduo, um lactente cresce em média 25 cm! A partir daí, o crescimento desacelera-se progressivamente, voltando a aumentar na puberdade (“estirão puberal”). Os gráficos de crescimento são ferramentas muito úteis nessa avaliação, já que permitem a visualização das variações da estatura, geralmente os dados mais importantes na avaliação de um provável distúrbio. As grandes variações do crescimento, tanto para mais, quanto para menos, devem ser investigadas, pois podem representar algum problema de saúde, dentre os quais:

  1. doenças genéticas
  2. doenças crônicas, como anemia, doenças cardíacas, pulmonares ou renais
  3. complicações durante a gravidez
  4. alimentação incorreta
  5. uso crônico de medicamentos que interferem no crescimento (como glicocorticóides, metilfenidato – Ritalina®, Concerta® –, etc)
  6. distúrbios hormonais (hormônio do crescimento, hormônios tireoidianos, glicocorticóides, esteróides sexuais, andrógenos, etc)

Faça download dos gráficos de crescimento, peso, perímetro cefálico e índice de massa corporal no endereço: http://rafael.clinicamonpetit.com.br

Converse com o Pediatra da criança. Caso haja uma suspeita de baixa estatura, ou mesmo de desaceleração do crescimento, marque uma avaliação com um Endocrinologista Pediátrico.

Gostou? Deixe seu like!