A importância do sono para o crescimento

O sono e um processo fisiológico ativo e dinâmico, de grande impacto em vários aspectos da saúde, das funções corporais e do desenvolvimento. Durante os primeiros anos de vida, ocorrem um grande número de importantes mudanças no crescimento e no desenvolvimento neuromotor. Dessa forma, a boa saúde do sono é de extrema relevância para as crianças e adolescentes por várias razões, desde o descanso físico e restauração energética até a influência sobre o crescimento e desenvolvimento.

leia mais

Em que idade é normal o início da puberdade nas meninas?

Nas meninas, geralmente o primeiro sinal de puberdade é o aparecimento do broto mamário (telarca), entre 8 e 13 anos (média de 10,7 anos). No entanto, cerca de 10% das meninas apresenta o desenvolvimento de pelos pubianos (pubarca) como primeira manifestação puberal, também a partir dos 8 anos de idade. Variações podem ocorrer e a avaliação pediátrica é necessária nesses casos.

leia mais

Acompanhe o crescimento dos seus filhos on line!

A Clínica Mon Petit tem o prazer de anunciar mais uma inovação que oferece a seus clientes: o sistema de acompanhamento do crescimento on line. As crianças e adolescentes atendidos na Clínica Mon Petit terão suas medidas de peso, altura, perímetro cefálico e índice de massa corporal armazenadas em um espaço virtual reservado às suas famílias. Assim, pode-se acompanhar sempre o desenvolvimento antropométrico on line, com possibilidade de impressão dos gráficos e tabelas.

leia mais

Exercício físico para crianças precisa ser na hora certa: competição antes dos 13 anos é contraindicada.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) enquanto crianças e adolescentes passam um tempo cada vez maior diante de jogos eletrônicos, pediatras chamam a atenção para a epidemia de obesidade e a necessidade de se colocar os pequenos para fora do sofá: dados do IBGE mostram que 15% dos brasileiros entre 6 e 18 anos […]

leia mais

O que é “idade óssea”?

A “idade óssea” é um exame radiográfico da mão e do punho não dominantes, que pode ser empregado em ambos os sexos, para se avaliar o grau de amadurecimento dos ossos. Os métodos mais classicamente empregados são os de Greulich & Pyle e de Tanner & Withehouse.

A partir da idade óssea, pode-se ter uma melhor idéia do tempo que ainda resta para uma criança ou adolescente crescerem. A maturação esquelética pode ser diferente da idade cronológica, nem sempre representando um problema de saúde. O exame geralmente é parte da avaliação do crescimento e desenvolvimento sexual.

leia mais