Meu filho é alérgico ao leite de vaca e está amamentando. Quais os rótulos que devo evitar?

Ingredientes derivados de leite Esses são os ingredientes que não podem ser consumidos por pessoas com ALV. Esta lista deve fazer parte da sua rotina de compras de alimentos. Verifique sempre se os alimentos que você está comprando possuem alguns desses ingredientes em sua composição. Lactoalbumina Lactoglobulina Fosfato de lactoalbumina Lactoferrina Lactulose Caseína Caseína Hidrolisada Caseinato […]

leia mais

A alergia melhora com o tempo ou é para sempre?

Em alguns casos é para sempre sim (como na maioria dos casos de alergia ao amendoim, nozes, frutos do mar e morango). Mas em muitos casos a criança desenvolve tolerância clínica ao alimento, podendo voltar a consumi-lo sem problemas (maioria dos casos de alergia a leite). O momento mais adequado para testar de novo o […]

leia mais

Intolerância à lactose

A intolerância à lactose caracteriza-se por uma deficiência de uma enzima chamada lactase (produzida no intestino), responsável pela digestão da lactose, que é um açúcar presente no leite de vaca e seus derivados. Sem a enzima lactase ou com pouca lactase no intestino, o açúcar lactose pode não ser bem digerido e é fermentado pelas […]

leia mais

Alergia ao leite da vaca

A alergia ao leite de vaca é decorrente de uma resposta imunológica do intestino às proteínas do leite de vaca, que são reconhecidas como substâncias estranhas ao organismo, desencadeando a produção de anticorpos. Pode ser caracterizada por sintomas gastrointestinais, respiratórios e/ou dermatológicos. São eles: vômitos, diarréia, sangramento intestinal, constipação intestinal, cólicas, irritabilidade, anemia, dificuldade de […]

leia mais

O que é alergia?

Alergia é uma reação anormal do sistema imunológico a substâncias (antígenos) aparentemente inocentes, que, quando em contato com o organismo (seja ingeridas, inaladas ou por contato com a pele), podem desencadear uma maior irritabilidade. Os principais tipos de manifestações alérgicas são asma, rinite, alergia alimentar e a dermatite (saiba mais sobre cada uma delas abaixo). […]

leia mais

Meu bebê “chia” – isso quer dizer que ele tem asma?

É extremamente comum os bebês apresentarem quadro de sibilos ou “chieira” nos primeiros 12 a 18 meses de vida. Geralmente esse quadro ocorre diante de uma infecção aguda viral (gripe) que leva a uma hiperresponsividade do pulmão. Nesses casos, a doença é auto-limitada. No entando, um número significativo dos bebês continua a apresentar crises de […]

leia mais

Como é feito o tratamento da asma?

O principal objetivo do tratamento é reduzir o número de crises, os sintomas diários e a progressão da doença. Os broncodilatadores são usados com ótima resposta em crises leves. Mas, diante de uma crise mais grave, pode ser necessário o uso de corticóide e, até mesmo, oxigênio. A medida inicial a ser tomada é o […]

leia mais

O que é asma?

Asma é uma doença respiratória secundária a uma inflamação crônica das vias aéreas do pulmão, onde o fluxo de ar fica limitado e isso gera sintomas como dificuldade respiratória, falta de ar, “chieira”, tosse. Essa inflamação torna as vias aéreas mais sensíveis a alérgenos, irritantes como fumaça, frio, etc. Cerca de 20% a 30% dos […]

leia mais

Quando é necessário pesquisar?

Existem 10 sinais de alerta para Imunodeficiências Primárias (IDP) que foram estabelecidas pela Fundação Jeffrey Modell para orientar quais são os pacientes que devem ser pesquisados para IDP. São eles: Duas ou mais Pneumonias no último ano; Quatro ou mais otites no último ano; Estomatites de repetição ou monilíase por mais de 2 meses; Abscessos […]

leia mais

O que é Imunodeficiência?

Imunodeficiência é uma disfunção do sistema imunológico, que tem como conseqüência a incapacidade de se estabelecer uma resposta a antígenos (ex: bactérias ou vírus). Há várias partes do sistema imunológico que podem ser afetadas e as manifestações dependem de onde está essa desordem. As imunodeficiências resultam em uma maior suscetibilidade a infecções e certos tipos […]

leia mais

Quais as recomendações a pacientes com dermatite atópica?

Evitar banhos muito quentes e demorados Evitar uso de sabonetes e não esfregar a pele com esponjas (usar sabonete neutro ou indicado pelo médico) Usar creme hidratante (prescrito pelo médico) diariamente em todo o corpo As roupas devem ser leves e não oclusivas. O algodão é menos irritante que o poliéster e a lã.

leia mais